Notícias

30 de setembro de 2019 às 10:29

TJ-SP condena vereador Leonildes Chaves por peculato


Crédito:Reprodução/Câmara Municipal

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) confirmou a condenação do vereador sanjoanense Leonildes Chaves Junior por peculato, em processo em que é acusado de ter pegado dois tubos de pomada Nebacetin do antigo Pronto-Socorro da cidade (atual ambulatório da Unifae).

A decisão foi proferida na segunda-feira (23) pelos desembargadores Mário Devienne Ferraz, Ivo de Almeida e Márcio Bartoli, e remetida à juíza criminal de São João da Boa Vista, Elaní Cristina Mendes Marum, na quarta-feira (25). Representado pelo advogado Maurício Betito Neto, o vereador tentava reverter a decisão da justiça local.

No entanto, o tribunal manteve a condenação de dois anos de prestação de serviços à comunidade. A defesa de Chaves conseguiu reduzir o valor unitário do dia-multa a um terço do salário mínimo vigente.

2018

A condenação do vereador se tornou pública em agosto de 2018, quando a sentença do processo foi enviada à Câmara Municipal pelo promotor Nelson de Barros O’Reilly Filho.

A decisão descreve que no dia 31 de agosto de 2014, por volta das 10h, o vereador Leonildes Chaves entrou no Pronto-Socorro e subtraiu dois tubos da pomada.


Fonte: CLIENT

comentários

Estúdio Ao Vivo