12 de fevereiro de 2020 às 10:49

Polícia Civil identifica autor que matou casal a facadas no Jardim Guanabara


Crédito:Reprodução/Notícias Policiais

Após 30 dias, a Polícia Civil de São João da Boa Vista concluiu as investigações do duplo homicídio no Jardim Guanabara. Segundo o delegado responsável pelo caso, Fabiano Antunes, o autor da ação, relatado como David, de 30 anos, foi encontrado com base no perfil das vítimas. “Foi uma investigação técnica, por isso, mais demorada. Nós verificamos os últimos passos das vítimas, quem frequentava a residência deles”, conclui.

O delegado ainda explica que no sábado, dia 11 de janeiro, o casal recebeu David para uma festa. Ao exagerar no consumo de álcool e drogas, o homem foi expulso do local. 

Ao retornar, por volta das 21h30, o homem permaneceu na casa por cerca de 6 minutos e saiu em seguida. O trabalho de investigação foi concluído pela Polícia Civil em parceria com o Ministério Público da cidade.

O caso

Na tarde do dia 14 de janeiro, Paulo Roberto Lopes Santana, 52, e Ana Lúcia Flozino, 48, foram encontrados mortos sobre a cama de um quarto em uma residência localizada à rua Maurílio Álvares, 338, no Jardim Guanabara.

Na região do abdômen de Santana havia quatro perfurações e no tórax de Ana Lúcia havia nove. Foi o primeiro caso de morte violenta registrado em São João da Boa Vista este ano. Um vizinho das vítimas que sentiu um cheiro forte vindo do local, as encontrou mortas e acionou a Polícia Militar. 


Fonte: CLIENT

comentários

Estúdio Ao Vivo