01 de agosto de 2019 às 10:45

Polícia Civil apura causas da morte de jovem de 26 em explosão


Crédito:Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar a morte de Fernando Aparecido Miguel, que morreu nesta terça-feira (30), após um cilindro de uma empresa de extintores, na Vila Brasil, em São João da Boa Vista, estourar.

O delegado seccional Paulo Hadich informou que o equipamento que faz a recarga teria sido construído pelo pai do proprietário da empresa. Ainda segundo o delegado, o equipamento não suportou a pressão, o que ocasionou a explosão.

O dono da empresa disse que não vai falar sobre o caso até a perícia apurar. A determinação oficial sai em 30 dias pelo Instituto de Criminalística.

O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) também informou que apura o caso e vai fazer uma perícia no local.

Segundo a Prefeitura, a empresa está com o alvará de funcionamento regularizado e com a vistoria do Corpo de Bombeiros em dia. O sepultamento de Fernando aconteceu na tarde desta quarta-feira (31).


Fonte: CLIENT

comentários

| 92FM São João'); }
Estúdio Ao Vivo