04 de julho de 2019 às 10:21

Júri popular de acusado de matar sogra é adiado em Poços


Crédito:Reprodução/Internet

Acusado pela Polícia Civil de Poços de Caldas de matar a sogra, Maria José Menezes, de 67 anos, Lucas Oliveira da Silva, de 22, não foi a júri popular nesta quarta-feira (3). 

Segundo o Ministério Público, o réu e testemunhas foram ouvidos pela manhã, mas a defesa alegou surto no momento do crime. Também foi pedido um exame de sanidade mental. O juiz do caso decidiu dissolver o conselho de sentença. 

O crime

O genro teria colocado fogo na casa da vítima, e além disso, a Perícia Científica identificou perfurações no corpo da mulher, corte no pescoço e partes carbonizadas.

Com isso, os jurados foram dispensados. O exame será feito e após o resultado a sessão do júri deve ser retomada, mas ainda não há data para a nova sessão.


Fonte: CLIENT

comentários

Estúdio Ao Vivo