03 de maio de 2019 às 10:45

Ex-funcionários ateiam fogo em clube de Caconde


Crédito:Reprodução/G1 São Carlos

Três pessoas foram presas suspeitas de envolvimento em um incêndio criminoso no Clube Aquática Parque & Náutica, em Caconde (SP), na noite de quarta-feira (1º).

Dois dos presos são ex-funcionários do estabelecimento. As chamas foram controladas após o Corpo de Bombeiros ser acionado. Parte do salão de festas do clube, cinco lanchas, dois tratores, uma caminhonete e computadores que estavam no escritório do clube foram destruídos. O prejuízo total ainda não foi contabilizado. A Polícia Militar foi chamada após receber uma informação de um suposto assalto. 

Quando os policiais militares chegaram, encontraram o clube tomado pelo fogo e a gerente do estabelecimento escondida dentro de um banheiro. 

A mulher teria dito que estava com medo e se escondeu porque teria visto pessoas encapuzadas invadindo o clube e acreditou tratar-se de um roubo.

Ela teria contado, ainda, que ouviu um dos suspeitos dizer o nome de um ex-funcionário do clube, que foi demitido há aproximadamente dois meses. 

A equipe foi até a casa do ex-funcionário, que tentou se livrar das roupas que vestia na hora do crime, pois, exalavam odor de gasolina. O homem foi detido e, de acordo com a Polícia Militar, ele teria confessado que praticou o crime com ajuda de outro ex-funcionário e da companheira dele. 

O trio detido foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Caconde. Os ex-funcionários disseram em depoimento que não receberam os direitos trabalhistas. Após serem ouvidos, os três foram indiciados e levados à Cadeia Pública de Casa Branca.


Fonte: CLIENT

comentários

| 92FM São João'); }
Estúdio Ao Vivo